Inteligência emocional

Como desenvolver sua Inteligência emocional

Desenvolvendo “Habilidades de Pessoas” Fortes

Provavelmente todos nós conhecemos pessoas, seja no trabalho ou em nossas vidas pessoais, que são realmente bons ouvintes. Não importa em que tipo de situação estamos, eles sempre parecem saber exatamente o que dizer – e como dizer – para que não fiquemos ofendidos ou chateados. Eles são atenciosos e atenciosos, e mesmo que não encontremos uma solução para o nosso problema, geralmente saímos mais esperançosos e otimistas. Provavelmente também conhecemos pessoas que são mestres em administrar suas emoções. Eles não ficam com raiva em situações estressantes. Em vez disso, eles têm a capacidade de olhar para um problema e encontrar uma solução com calma. Eles são excelentes tomadores de decisão e sabem quando confiar em sua intuição. Independentemente de seus pontos fortes, no entanto, eles geralmente estão dispostos a olhar para si mesmos honestamente. Eles aceitam bem as críticas e sabem quando usá-las para melhorar seu desempenho.

Pessoas assim têm um alto grau de inteligência emocional. Eles se conhecem muito bem e também são capazes de sentir as necessidades emocionais dos outros.

Você gostaria de ser mais assim?

À medida que mais e mais pessoas aceitam que a inteligência emocional é tão importante para o sucesso profissional quanto a habilidade técnica, as organizações a utilizam cada vez mais quando contratam e promovem.

Por exemplo, uma grande empresa de cosméticos revisou recentemente seu processo de contratação de vendedores para escolher candidatos com base em sua inteligência emocional. O resultado? As pessoas contratadas com o novo sistema venderam, em média, US$ 91.000 a mais do que os vendedores selecionados sob o antigo sistema. Também houve uma rotatividade de pessoal significativamente menor entre o grupo escolhido por sua inteligência emocional.

Então, o que exatamente é a inteligência emocional e o que você pode fazer para melhorar a sua?

O que é Inteligência Emocional?

Todos nós temos personalidades diferentes, desejos e necessidades diferentes e maneiras diferentes de mostrar nossas emoções. Navegar por tudo isso requer tato e inteligência – especialmente se esperamos ter sucesso na vida. É aqui que a inteligência emocional se torna importante.

A inteligência emocional é a capacidade de reconhecer suas emoções, entender o que elas estão lhe dizendo e perceber como suas emoções afetam as pessoas ao seu redor. Também envolve sua percepção dos outros: quando você entende como eles se sentem, isso permite que você gerencie os relacionamentos de forma mais eficaz.

Pessoas com alta inteligência emocional geralmente são bem-sucedidas na maioria das coisas que fazem. Por quê? Porque eles são os que os outros querem em sua equipe. Quando pessoas com alta inteligência emocional enviam um e-mail, ele é respondido. Quando eles precisam de ajuda, eles conseguem. Porque eles fazem os outros se sentirem bem, eles passam pela vida com muito mais facilidade do que as pessoas que ficam facilmente irritadas ou chateadas.

Características da Inteligência Emocional

Em seu livro intitulado “Inteligência Emocional – Por que pode ser mais importante do que o QI” de 1995, Daniel Goleman, um psicólogo americano, desenvolveu uma estrutura de cinco elementos que definem a inteligência emocional:

Autoconsciência: pessoas com alta inteligência emocional geralmente são muito autoconscientes. Eles entendem suas emoções e, por causa disso, não permitem que seus sentimentos os dominem. Esses não são confiantes – porque confiam em sua intuição e não deixam suas emoções saírem do controle.

Também estão dispostos a dar uma olhada honesta em si mesmos. Eles conhecem seus pontos fortes e fracos e trabalham nessas áreas para que possam ter um desempenho melhor. Muitas pessoas acreditam que essa autoconsciência é a parte mais importante da inteligência emocional.

Auto regulação: esta é a capacidade de controlar emoções e impulsos. As pessoas que se autorregulam normalmente não se permitem ficar com muita raiva ou ciúmes e não tomam decisões impulsivas e descuidadas. Eles pensam antes de agir. As características da autorregulação são a consideração, o conforto com a mudança, a integridade e a capacidade de dizer não.

Motivação: pessoas com alto grau de inteligência emocional costuma ser motivadas. Eles estão dispostos a adiar resultados imediatos para o sucesso a longo prazo. Eles são altamente produtivos, adoram um desafio e são muito eficazes em tudo o que fazem.

Empatia: este é talvez o segundo elemento mais importante da inteligência emocional. A empatia é a capacidade de identificar e entender os desejos, necessidades e pontos de vista das pessoas ao seu redor. Pessoas com empatia são boas em reconhecer os sentimentos dos outros, mesmo quando esses sentimentos podem não ser óbvios.

Como resultado: as pessoas empáticas geralmente são excelentes em gerenciar relacionamentos, ouvir e se relacionar com os outros. Eles evitam estereótipos e julgamentos muito rapidamente e vivem suas vidas de maneira muito aberta e honesta.

Habilidades Sociais: geralmente é fácil conversar e gostar de pessoas com boas habilidades sociais, outro sinal de alta inteligência emocional. Aqueles com fortes habilidades sociais são tipicamente jogadores de equipe. Em vez de se concentrar primeiro em seu próprio sucesso, eles ajudam os outros a se desenvolverem e brilharem. Eles podem gerenciar disputas, são excelentes comunicadores e são mestres em construir e manter relacionamentos.

Como você provavelmente já determinou, a inteligência emocional pode ser a chave para o sucesso em sua vida – especialmente em sua carreira.

A capacidade de gerenciar pessoas e relacionamentos é muito importante em todos os líderes, portanto, desenvolver e usar sua inteligência emocional pode ser uma boa maneira de mostrar aos outros o líder que existe dentro de você.

Como melhorar sua inteligência emocional?

A boa notícia é que a inteligência emocional pode ser aprendida e desenvolvida. Além de trabalhar suas habilidades nas cinco áreas acima, use estas estratégias:

Observe como você reage às pessoas. Você se apressa em julgar antes de conhecer todos os fatos? Você estereotipa? Olhe honestamente para como você pensa e interage com outras pessoas. Tente se colocar no lugar deles e seja mais aberto e aceite suas perspectivas e necessidades.

Olhe para o seu ambiente de trabalho. Você busca atenção para suas realizações? A humildade pode ser uma qualidade maravilhosa, e isso não significa que você seja tímido ou não tenha autoconfiança. Quando você pratica a humildade, você diz que sabe o que fez e pode estar tranquilamente confiante sobre isso. Dê aos outros uma chance de brilhar – coloque o foco neles e não se preocupe muito em receber elogios para si mesmo.

Faça uma autoavaliação. Experimente o nosso quiz de inteligência emocional. Quais são seus pontos fracos? Você está disposto a aceitar que não é perfeito e que poderia trabalhar em algumas áreas para se tornar uma pessoa melhor? Tenha a coragem de olhar para si mesmo honestamente – isso pode mudar sua vida.

Examine como você reage a situações estressantes. Você fica chateado toda vez que há um atraso ou algo não acontece da maneira que você deseja? Você culpa os outros ou fica com raiva deles, mesmo quando não é culpa deles? A capacidade de manter a calma e o controle em situações difíceis é altamente valorizada – no mundo dos negócios e fora dele. Mantenha suas emoções sob controle quando as coisas derem errado.

Responsabilize-se por suas ações. Se você ferir os sentimentos de alguém, peça desculpas diretamente – não ignore o que você fez ou evite a pessoa. As pessoas geralmente estão mais dispostas a perdoar e esquecer se você fizer uma tentativa honesta de consertar as coisas.

Examine como suas ações afetarão os outros – antes de tomar essas ações. Se sua decisão afetará os outros, coloque-se no lugar deles. Como eles se sentirão se você fizer isso? Você gostaria dessa experiência? Se você deve agir, como pode ajudar os outros a lidar com os efeitos?

Entenda seus defeitos e os corrija.

Compartilhe esse conteúdo com seus amigos e familiares. Até mais!