Busca  
  Antiguidade   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

O que foi o Egito dos faraós?

shutterstock

As origens da civilização egípcia datam de 4.000 anos a.C. A população começou a se concentrar no vale do rio Nilo, formando as primeiras aldeias (nomos), que mais tarde evoluíram para prósperas cidades agrícolas e depois se uniram formando o Alto Egito (ao Sul) e o Baixo Egito (ao Norte).

O Egito sempre dependeu do Nilo para sua formação e seu desenvolvimento. Seus habitantes travavam uma luta constante para controlar as inundações periódicas desse rio, graças ao qual obtinham também grandes colheitas.

Por volta de 3200 a.C., o rei Menés (ou Narmer), do Alto Egito, conquistou as cidades do Baixo Egito, unificando todo o império.
Floresceu, então, a cultura egípcia, que deixou como legado grandes invenções, como a moeda, o calendário agrícola, o arado, a escrita hieroglífica e a fabricação do papiro.
Seu esplendor manifestou-se em gigantescos templos e pirâmides e revelou-se na filosofia, na arte e nas ciências.


   Nesta matéria
O Nilo
Os artesãos e suas invenções
Alto e Baixo Egitos
Os hieróglifos (aproximadamente 3300 a.C.)
O templo
As pirâmides
Os deuses
 
 
Animação
 
Próxima